segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Depois da enxurrada...


O sol finalmente resolveu aparecer
Eu e o Charles aproveitamos bem...
Tava demais...
Agora é SM por cinco dias..
Não vejo a hora
Ver todo mundo!!
Feliz Ano Novo pra todo mundo que dá uma passadinha aqui de vez em quando!!
E espero mais contatos blogueiros em 2009
Bjocas

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

E agora??

LOS ANGELES (Reuters) Um porta-voz do cantor Michael Jackson divulgou um comunicado, na terça-feira, negando uma reportagem segundo a qual o ex-rei do pop precisaria passar por um transplante de pulmão, devido a uma rara doença respiratória. É uma "fabricação total", disse a nota.
O comunicado, atribuído ao "único e oficial porta-voz de Michael Jackson, sr. Tohme Tohme" e divulgado pela Scoop Marketing, cita uma entrevista com o escritor Ian Halperin publicada no jornal britânico Sunday Express. Na reportagem, Halperin disse que Jackson sofria da deficiência de Alfa-1-antitripsina.
Halperin, que trabalha numa biografia não-autorizada do cantor, também disse que Jackson mal pode falar, sofre de enfisema e hemorragias internas, além de ter perdido 95 por cento da visão no olho esquerdo.
"A respeito das alegações do autor, esperamos que, no futuro, a mídia legítima não continue a explorar uma tentativa tão óbvia de promover essa 'biografia não-autorizada", disse o comunicado atribuído a Tohme.
"As alegações selvagens do escritor sobre a saúde de Michael Jackson são uma fabricação total", disse o comunicado. "A saúde do sr. Jackson está ótima e ele está finalizando negociações com uma enorme empresa de entretenimento e uma rede de televisão, para fazer uma turnê mundial e uma série de aparições especiais".
Jackson, de 50 anos, um dos artistas que mais vendeu discos em todos os tempos, começou a carreira ao lado dos irmãos, no grupo Jackson 5. Mas, desde os anos 1990, sua carreira desmoronou devido a escândalos e revelações sobre seu estilo de vida excêntrico. Ele foi processado e absolvido por abuso sexual de crianças em 2005.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

De cortar o coração


O Michael Jackson é louco, é pedófilo, tá falido, teve uma infância que ninguém merece...

Falem o que quiserem

Para mim, o Michael Jackson é uma das muitas celebridades que não souberam lidar com o sucesso

Aliando os problemas naturalmente decorrentes de ser conhecido no mundo todo (não que eu saiba como é, mas a gente ouve por aí)

O pobre coitado era estuprado pelo pai... entre muitos outros problemas de saúde que sempre atormentaram no Michael

Por essas e outras, qdo vi a notícia no g1 de que ele estava morrendo

Não pude deixar de ficar com pena do mais célebre aspirante a Peter Pan


Londres, 22 dez (EFE).- Michael Jackson sofre de uma rara doença, de origem genética e potencialmente mortal, que requereria de maneira urgente um transplante de pulmão, afirma em sua edição de hoje o jornal britânico "The Sun".
Segundo a publicação, que cita como fonte Ian Halperin, um biógrafo do cantor, Michael, de 50 anos, está tão frágil que quase não consegue falar.
Halperin, que trabalhou para a revista "Rolling Stone" nos Estados Unidos, garante que Michael sofre com deficiência de Alfa-1 antitripsina, carecendo, desta forma, de uma proteína que protege os pulmões.
Devido ao problema, que ocasiona uma obstrução pulmonar crônica, o cantor "necessita de um transplante de pulmão", embora "talvez esteja frágil demais para se submeter à operação".
Segundo Halperin, a estrela do pop, que este ano foi vista em cadeira de rodas, sofre com o mal "há anos, mas agora piorou".
"Também tem enfisema e uma hemorragia gastrointestinal crônica que os médicos detectaram com dificuldades", assegura o escritor, que acrescenta: "A hemorragia é o problema maior, poderia matá-lo".
Segundo o "Sun", Michael "quase não consegue falar, e perdeu 95% da visão no olho esquerdo".
"Durante anos Michael trabalhou com os médicos para assegurar-se de que (o mal) não progredia, e tomou remédios para estabilizar" o quadro, completa Halperin.
Um dos irmãos do cantor, Jermaine, se limitou a confirmar que Michael "não anda muito bem atualmente", ainda de acordo com o "Sun". EFE


terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Enchi o saco...

Da cara do meu blog
Aí está a versão 2009
Adoro novidades

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Entalado na garganta

Para quem não conhece meus pais, eles moram em Jaguaruna, uma prainha de pescador no Sul de Santa Catarina. Muito engajados em proteger o ambiente em um lugar tão bonito, eles fazem e acontecem por lá para tentar resguardar o que o poder público parece ignorar, mesmo tratando-se do turismo a principal fonte de renda do município.
Ontem, meu pai me contou uma coisa que não me saiu da cabeça e ficou me incomodando o dia todo. Por isso, resolvi escrever aqui, como um desabafo mesmo.
Para tentar impedir que caminhões da própria prefeitura retirem areia da restinga que fica em frente à casa deles, meu pai já passou por muitas dificuldades. Além das ameaças que sofreu ao tentar fotografar os caminhões, ele até levou um soco de um secretário.. isso mesmo.. um secretário da prefeitura.
Desta vez, depois de tirar dinheiro do próprio bolso para financiar placas pedindo às pessoas que preservem a restinga, mais uma vez meu pai entrou numa fria. Um morador enfurecido garantiu que tiraria a placa durante o final de semana.
Se você está tentando entender que tipo de pensamento troglodita pode ter movido essa criatura, eu explico. A prefeitura, por birra mesmo, parou de tirar a areia que invade a rua. Isso porque, em vez de limpar a rua e devolver a areia para a restinga, os espertalhões somem com a carga.
Aí, mais uma vez, o indefectível Meneghel entrou em ação, pedindo o que deveria ser óbvio para uma administração pública. Que devolva a carga para o ambiente.
Por esta razão, o morador (que mais deveria viver dentro de uma caverna), prefere que a natureza que ele mesmo desfruta seja detonada pelo desgraçado que ele mesmo garanto que ajudou a eleger. Tudo em nome de uma rua sem areia.
Me custo a acreditar numa coisa dessas.... Mas me orgulho da família que tenho!!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Adorei!!!


Dando uma espiada no blog do amigo Marquinhos Espíndola, encontrei isto!!

Muito bom
O Mussum é mais uma comprovação de uma teoria que tenho que também engloba os Smurfs, Caverna do Dragão, entre outros programinhas lisérgicos que passavam na TV na minha época de criança
Os melhores programas são aqueles que podem ser assistidos por qualquer faixa etária, como os citados acima.. Qdo você é criança, assiste ao programa dos Trapalhões e ao desenho animado de pequenos homenzinhos azuis que vivem em cogumelos na maior inocência
Ri das piadinhas e vai pra cama
Depois que a gente cresce, percebe alguns detalhes interessantes, como a propensão (sendo gentil) ao alcoolismo do nosso amigo Mussum, índole duvidosa do Dedé e acho que não preciso falar dos Smurfs, Batman e Robin nem do Seu Madruga né...

Só pra descontrair

Bom final de semana a todos


segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Vale a pena ler!!

Este texto foi publicado no Diário Catarinense na semana passada
É do Felipe Lenhart, rapaz que foi meu colega de faculdade e sempre mandou muito bem com as palavras
Gostei muito da crônica dele pois, além de muito bem escrita, é uma sacada bem diferente de tudo que se falou até agora (e olha que não foi pouco) sobre as enchentes em SC
Nada contra o turismo (além do fato de transformar Fpolis em uma grande central de congestionamentos no Verão), pois é a segunda fonte de renda da cidade
Mas o texto do Felipe mostra uma visão diferente do assunto
Confira aí


Senhor governador,
Vou me apresentar: sou um turista endinheirado que mora longe da Santa e Bela Catarina. Mas visito o Estado todos os anos. Passo uma semana em Balneário Camboriú, percorro o roteiro de compras de Blumenau e Brusque, vou sempre a uma praia belíssima em Itajaí, durmo na casa de um parente distante em Bombinhas e invisto (este é o termo certo) o resto de minhas férias gastando nas boates da moda, nos restaurantes caros, nas lojas de grife e nos hotéis luxuosos de Florianópolis. Já estava tudo certo para a minha viagem de fim de ano: passagens compradas, reservas confirmadas, o convite para a festa de Réveillon aceito. Mas aí veio o cataclismo e tudo que aconteceu semana passada. E é com tristeza que lhe confesso, senhor governador: eu não irei mais a Santa Catarina esse ano, nem nos primeiros meses de 2009. Acredite: me custa muito tomar esta decisão.
Ora, o senhor deve ter lido a edição de ontem do Diário Catarinense. Eu li, e li tudo, na internet. Descobri que, neste momento, soldados, bombeiros e voluntários estão nas ruas de Santa Catarina, empunhando pás e picaretas, manejando escadas e maquinário, guiando tratores e caminhões, lutando contra a terra, o lodo e os destroços para desenterrar cadáveres, localizar desaparecidos, salvar o que restou daquele fim de semana tempestuoso. Milhares assistiram ao lar ser destruído e estão desabrigados; outros milhares abandonaram suas residências e estão desalojados. A maioria não tem o que comer e vestir. Alguns perderam familiares e amigos. Quantos mais estão sepultados sob as ruínas? Vou lhe confessar: chorei com os relatos espantosos, emocionados, desesperados. A sua gente está triste, senhor governador, abalada, pobre e enlutada.
É também por isso que lhe escrevo. Para pedir que me esqueça por um ano, senhor governador. Minha visita só atrapalharia. Verão e Réveillon tem todo ano, mas o que aconteceu em Santa Catarina não deveria sequer ter acontecido, e certamente não poderá se repetir. Portanto, senhor governador, não arrume Santa Catarina para me receber para as festas. Em vez de arrumar, conserte, resolva, dê jeito definitivo no seu Estado, para o seu povo abatido que tanto merece. Você tem muito a fazer pelos seus. Desejo-lhe fibra e sorte.
Com o forte abraço e as condolências do seu cliente mais importante.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

É de chorar

Depois de quatro dias editando só material sobre a enchente, poucas coisas chocam nossa equipe aqui no DC
Já vimos famílias inteiras soterradas
Pessoas que perderam tudo que tinham
Pessoas que perderam todos que tinham
Bairros debaixo d'água
Gente sendo arrastada pela correnteza
Mas uma coisa me chocou (e muito) entre as tantas notícias ruins
O ESPÍRITO DE PORCO DE ALGUMAS PESSOAS
Depois do show de horrores de uma multidão de gente se aproveitando da situação para saquear TVs de plasma do supermercado Maxxi, em Itajaí, agora são as casas que estão sendo saqueadas
Moradores de Blumenau (não bastasse a desgraça com a qual tem de viver) estão fazendo vigílias 24 horas por dia para evitar que mais casas que tiveram de ser abandonadas pelos moradores por risco de inundações e desabamentos, sejam saqueadas
e mais....
tem gente (se é que isso pode ser chamado de gente) que liga, se identifica como sendo da Defesa Civil ou da prefeitura, pedindo donativos...
Eles dão números de conta para as pessoas de boa fé depositarem dinheiro
Ou ainda mandam motoqueiros buscar o dinheiro
Pelo amor de Deus
Isso me dá vergonha de ser brasileira!!!

Por outro lado, temos a dona Lourdes, de Joinville
Que ontem à noite ligou aqui para se oferecer para receber desabrigados na sua casa durante os dias de enchente
Parabéns, Dona Lourdes
Pessoas como a senhora me ajudam a crer na humanidade

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Fã número 1


Sei que pode parecer suspeito, mas não resisto

O Charles manda muito bem nas fotos

E a cada dia que dou um bico no Flicker dele

Me convenço mais e mais disso

Como fã assumida que sou

Do fotógrafo talentoso e da pessoa tão especial

Resolvi postar esta foto LINDA

Quer ver mais (vale a pena, eu garanto)

Então vai lá

Parabéns, amor

domingo, 16 de novembro de 2008

Só um gostinho...


O sol FINALMENTE resolveu aparecer este final de semana

Tudo bem que foi por pouco tempo

Já que enquanto escrevo a chuva manda ver lá fora

Mas o sábado foi glorioso

E finalmente pude matar um pouquinho da minha vontade de pegar uma praia


O que me apavorou um pouco foi que a turistada nem chegou ainda e eu já tive que enfrentar um congestionamento de mais de uma hora pra chegar à Praia do Matadeiro (minha preferida)

Botei as patinhas na areia pouco antes das 13h

Me abanquei no barzinho clássico, onde vamos todo ano: o Mergulhão

Pena perceber que o tiozinho simpático que atendia lá deu lugar a uma bolha humana que demorava 30 anos para trazer uma cerveja


Com isso, eu e a Ana tivemos que ir até o balcão todas as vezes lidar com um tio de sanidade duvidosa

Um gringo que na minha modesta opinião tava cheirado

Mas enfim, depois de um sol delicioso, me joguei na água e me senti nova em folha

Fui pra casa cedo, tomei um banho e fiquei assisitinho Animal Planet até tarde da noite

O que poderia ser mais relaxante!!!

Espero mais dias de sol esta semana, São Pedro!!

Como diria a irmã Lourdes, Capricha que é pro mundo, vió!!!



quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Tua sensibilidade...


... é minha fonte de inspiração pra suportar esta distância!!



quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Filosofia de meia tigela!!

Hoje me dei conta de uma coisa curiosa (o que também pode significar que elaborei uma teoria a caminho do trabalho).

Percebi que na imensa maioria das vezes que eu paro para dar passagem aos pedestres que estão atravessando na faixa, ganho um muito obrigado, um sorriso, um aceno. Fiquei, então, pensando sobre como a gente tem costume de ouvir (e tb de falar) que o maior problema do Brasil é o povo. Ignorantes, sem memória, oportunistas e mal educados, somos nós a escória do mundo?

Confesso que quando eu quase sou atropelada em cima da faixa de pedestre (coisa que não aconteceu uma vez só), fico tentada a pensar que sim, somos a escória do mundo. Por outro lado, eu, assim como muitos outros - infelizmente não a maioria - de motoristas paramos nas faixas de pedestre e não nos transformamos em monstros trucidadores de pessoas assim que sentamos ao volante.

Moral da história: generalizar é uma merda... Quando colocamos todo mundo no mesmo saco, nos incluímos no grupo de pessoas que nós mesmos não respeitamos. Sendo assim, se você é motorista, pare na faixa de pedestre. Se você é pedestre, atravesse na faixa. São nos pequenos atos que criamos um clima mais cordial - e consequentemente mais saudável -para todos.

PS: Se for o Dario Trevisan que estiver atravessando pode passar em cima
AHUAHHAUHAUHUAHUAHHAHUHA!!!!!!!!

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Sobreviventes!!

Recebi este texto da minha amiga Tata... Diz que é do Luiz Fernando Veríssimo, mas como não tenho certeza, publicarei assim mesmo. Simplesmente pq ele é muito bom...

Pensando bem, é difícil acreditar que estejamos vivos até hoje!Quando éramos pequenos,viajávamos de carro, sem cintos de segurança,sem ABS e sem air-bag!Os vidros de remédio ou as garrafas de refrigerantes não tinham nenhumtipo de tampinha especial,nem data de validade.E tinham também aquelas bolinhas de gude, que vinham embaladas seminstrução de uso.A gente bebia água da chuva,da torneira e nem conhecia água engarrafada!Que horror!
A gente andava de bicicleta sem usar nenhum tipo de proteção, epassávamos nossas tardes construindo nossas pipas ou nossoscarrinhos de rolimã.A gente se jogava nas ladeiras e esquecia que não tinha freios até quenão déssemos de cara com a calçada ou com uma árvore e depois de muitosacidentes de percurso, aprendíamos a resolver o problema, SOZINHOS!
Nas férias, saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo; nossospais às vezes não sabiam exatamente onde estávamos, mas sabiam que nãoestávamos em perigo.Não existiam os celulares! Incrível!
A gente procurava encrenca.Quantos machucados, ossos quebrados e dentesmoles dos tombos! Ninguém denunciava ninguém.Eram só 'acidentes' demoleques, na verdade nunca encontrávamos um culpado.Você lembra destes incidentes?Janelas quebradas, jardins destruídos,as bolas que caiam no quintal dovizinho.
Existiam as brigas e, às vezes, muitos pontos roxos, e mesmo quenos machucássemos e,tantas vezes chorássemos, passava rápido.A maioriadas vezes, nem mesmo nossos pais vinham a descobrir.A gente comia muito doce,pão com muita manteiga,mas ninguém era obeso, nomáximo um gordinho saudável,nem se falava em colesterol. A gente dividia uma garrafa de suco,refrigerante ou até uma cervejaescondido, em três ou quatro moleques, e ninguém morreu por causa devermes.
Não existia o Playstation,nem o Nintendo. Não tinha TV à cabo,nem videocassete, nem Computador, nem Internet. Tínhamossimplesmente amigos.A gente andava de bicicleta ou à pé.Íamos à casa dos amigos, tocávamos acampainha, entrávamos e conversávamos sozinhos, num mundo frio e cruel,sem nenhum controle.Como sobrevivemos?
Inventávamos jogos com pedras,feijões ou cartas.Brincávamos com pequenos monstros,lesmas, caramujos e outros animaizinhos,mesmo se nossos pais nos dissessem para não fazer isso. Os nossos estômagosnunca se encheram de bichos estranhos,no máximo, tomamos algum tipode xarope contra vermes e outros monstros destruidores, aquele caracom um peixe nas costas,(uma tal de Emulsão de Scott).
Alguns estudantes não eram tão inteligentes quanto os outros e tiveramque refazer a segunda série, que horror! Não se mudavam as notas e ninguémpassava de ano se não fosse realmente bom aluno.As professoras eraminsuportáveis.Não davam moleza.Os maiores problemas na escola eram:chegar atrasado, mastigar chicletes na classe , mandar bilhetinhos falandomal da professora,correr demais no recreio ou matar aula só pra ficar jogandobola no campinho.As nossas iniciativas eram 'nossas',mas as conseqüências também!Ninguém se escondia atrás do outro.
Os nossos pais eram sempre do lado da Lei quando transgredíamos as regras.Se nos comportávamos mal, nossos pais nos colocavam de castigo e,incrivelmente, nenhum deles foi preso por isso.Sabíamos que quando os pais diziam 'NÃO', era 'N Ã O'.A gente ganhava brinquedos no Natal ou no aniversário, não todas às vezesque íamos ao supermercado.Nossos pais nos davam presentes por amor, nunca por culpa.
Por incrível que pareça, nossas vidas não se arruinaram porque não ganhamostudo o que gostaríamos ou que queríamos.Esta geração produziu muitos inventores,artistas, amantes do risco eótimos 'solucionadores' de problemas.
Nos últimos 50 anos, houve uma desmedida explosão de inovações etendências.Tínhamos liberdade, sucessos, algumas vezes problemas e desilusões, mastínhamos muita responsabilidade. E não é que aprendemos a resolver tudo?E SOZINHOS!!!Se você é um destes sobreviventes,PARABÉNS!!!
VOCÊ CURTIU OS ANOS MAIS FELIZES DE SUA VIDA...'

domingo, 26 de outubro de 2008

Trabalho de fera!!

Fazia tempo que não assistia o Fantástico
Ontem, entre a edição uma página e outra das eleições
Vi a matéria da turma de medicina de 1968, que teve a festa de formatura proibida pelo DOPS em 1972
Que belo trabalho
Confira aí
Boa semana a todos

domingo, 19 de outubro de 2008

Movies


Este final de semana tive duas experiências cinematográficas interessantes. A primeira delas foi com o filme Zelig, do Woody Allen.. Cada coisa que leio ou assisto deste psicopata me deixam ainda mais fã dele. O cara tem um humor muito refinado....
O filme é um documentários em PB, que se passa na década de 20, sobre um cara chamado Leonard Zelig (claro, interpretado pelo Allen) que tem uma estranha doença. Ele se toma a forma da pessoa que chegar perto dele. Aí acima, a transformação que sofreu ao lado de um índio americano...
Vale muito a pena assistir!!!
Depois, passei para uma coisa mais sombria, mas igualmente recomendável para quem ainda não assistiu. Leaving Las Vegas é um filme da década de 80, baseado na auto-biogragia de um alcoólatra que é demitido de seu emprego em Los Angeles e decide investir toda a grana que tem em seu novo projeto: beber até morrer em Las Vegas.
O protagonista é o Nicholas Cage. Confesso que não é meu ator preferido, mas neste filme (assim
como no Adaptação e Senhor das Armas), ele mata a pau. Dá uma agonia desgraçada de ver a saúde do loko se deteriorando e ele não pára de beber de jeito nenhum.
Em Las Vegas, ele conhece uma prostituta, interpretada pela Elizabeth Shue, e os dois passam a viver juntos em um rotina, por assim dizer, pouco convencional.
O cara era tão perturbado que se matou durante a gravação do filme...
That's it, folks!



sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Ressurgindo das cinzas...


Depois de dois dias de atestado médico por causa de uma gripe que me derrubou na cama, hoje volto às atividades...

Aula de direito hj de manhã

E um pesoção de sexta-feira pela frente

Final de semana deve ser de chuva

Então acho que vou aproveitar para estudar

Isso no sábado, né

Pq no domingo vou ter que trabalhar de novo....

Bom fds a todos que costumam dar uma passada por aqui

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Take another little piece of my heart!

Semana começa cheia de emoções. Uma delas, meio triste, é mais uma despedida do meu amado. Mas, em compensação, duas coisas me animam. A primeira é o próprio fato de passar um tempo, mesmo que curto, com esta pessoa que tanto me inspira (em todos os sentidos) e que só me faz bem. A segunda é saber que agora não teremos que esperar mais 40 dias até o próximo encontro.
Alguns posts atrás, falei sobre algumas coisas que me deixavam feliz. Esqueci uma, que estou sentindo hoje: quando a gente tem aquela sensação que alguma coisa está prestes a acontecer, sabe?? E boto fé no meu sexto sentido
Coisa boa isso...
Boa semana a todos!

domingo, 5 de outubro de 2008

Parte II



Escrevi um post gigante sobre a experiência genial que tive ontem assisitindo Ensaio Sobre a Cegueira. Como já havia lido o livro, há um tempo, fiquei de boca aberta com a obra de Fernando Meirelles. Mas a maldição do computador deu pau e perdi td. Não vou escrever de novo.
Fica só a mensagem principal: recomendo a obra, tanto nas páginas, quanto na tela

Viva Paolo


Adoro pessoas que só precisam de sapatos novos para ter um dia feliz

Adoro músicas que me fazem sentir como se eu estivesse de férias

Adoro tudo que vem do Reino Unido

Adoro desscobrir novas bandas

Paolo Nutini é meu ídolo do momento

New shoes é minha música do momento


E se quiser mais, curta aí

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Cada um que me aparece...




Depois que sua viúva Courtney Love revelou que as cinzas de Kurt Cobain foram roubadas, em maio deste ano , uma artista australiana afirmou que conseguiu o que restou da cremação do corpo do vocalista do "Nirvana", morto em 1994 e irá fumar essas cinzas.
A artista Natascha Stellmach , famosa por obras polêmicas, disse que o ato de fumar as cinzas do roqueiro irão libertar sua alma atormentada pela mídia.
Sobre a legitimidade dos restos mortais, ela preferiu não divulgar nenhuma informação. "Isso é confidencial e meio mágico. Elas vieram até mim. E eu vou o libertar", falou ela à revista Artworld.
Natascha Stellmach já planejou o ritual e pretende que as cinzas fumar as cinzas de Kurt no dia 11 de outubro, última dia de sua exibição chamada 'Set Me Free'. A performance faria parte de sua exposição na galeria 'Wagner + Partner', em Berlim, na Alemanha

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Mais um que se foi.......



do G1


O músico e tecladista Richard Wright, um dos fundadores do grupo de rock progressivo Pink Floyd, morreu nesta segunda-feira (15). A informação foi revelada por um porta-voz do grupo. Wright estava com 65 anos e sofria de câncer.
"A família de Richard Wright, membro fundador do Pink Floyd, anuncia com grande tristeza que Richard morreu hoje, depois de uma rápida batalha contra o câncer", disse seu porta-voz em um comunicado. "A família pediu que sua privacidade seja respeitada nesta hora difícil."

Wright conheceu os também membros do Pink Floyd Roger Waters e Nick Mason na faculdade. Juntos eles formaram a banda Sigma 6, que viria a se tornar o Pink Floyd.
Roger Waters, Nick Mason, Syd Barrett e Richard Wright em fotografia feita em março de 1967.

O músico compôs algumas das principais canções do grupo, incluindo "The great gig in the sky" e "Us and them", do clássico "The dark side of the moon", de 1973.
Instrumentista talentoso, Wright lançou seu primeiro álbum solo em 1978, batizado de "Wet dream". No início da década de 1980, deixou o Pink Floyd e formou a banda Zee.
Já em 1987, o músico retornou ao Floyd para o álbum "A momentary lapse of reason". Sua última apresentação com os integrantes remanescentes da banda foi em 2005, no festival Live 8, em Londres.

O vocalista David Gilmour, que se juntou à banda em 1968 logo após a saída de Syd Barrett, escreveu uma nota em seu blog nesta segunda-feira lamentando a morte do companheiro: "Eu realmente não sei o que dizer além de que ele era um homem amável, gentil e genuíno e que fará uma falta terrível a tantos que o amavam. E são muitas pessoas. Não era ele quem ganhava as maiores salvas de palmas ao final de cada show em 2006?", lembrou.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Capítulo de uma história sem fim



Hoje foi um dia decisivo na minha corrida alucinada por uma vaga tão sonhada no quadro de bem remunerados funcionários do Senado. Finalmente foi publicado o edital do concurso. De gelar a espinha, mas não vou desistir.

Mas agora o jeito vai ser baixar a cabeça de verdade e só levantar depois de terminar as provas no dia 9 de novembro.. Então, queridos amigos, torçam bastante por mim e mandem boas energias. Vou precisar!!

Um grande beijo a todos e até a próxima!

PS: o próximo capítulo da saga do Rouxinol vai ter que esperar um pouco... mas assim que rolar um break eu juro que dou minha contribuição

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

É chegada a hora!!



Depois de algumas semanas sem postar nada, aqui estou eu para o prefácio de uma fase que deve ser de escassez ainda maior de posts. Para quem ainda não sabe (pq eu só falo disso nos últimos tempos), vou fazer um concurso f... A data das minhas provas foi divulgada ontem.. Serão nos dias 8 e 9 de novembro (um mês antes do que eu esperava).


Os editais serão publicado no Diário Oficial entre segudane terça-feira da semana que vem. A partir de então, só eu sei o esforço que terei de fazer para ter uma vida que se resumirá a trabalhar e estudar.. Mas será por uma boa causa.


Se eu passar, prometo uma festa daquelas para quem mandar energias positivas nestes dias.. Afinal de contas com o salário generoso oferecido pelos préstimos do cargo, vai rolar de tomar uma coisinha melhor que Kaiser ou Colônia...(repare que na imagem o botão da calça da pessoa está voando por conta da protuberância abdominal decorrente do excessivo consumo dos fermentados à base de cevada)

Então, força na peruca.


terça-feira, 19 de agosto de 2008

Fiasco de ouro

Depois do lamentável episódio do sumiço da vara da Fabiana Murer, comecei a ter certeza de como os esportes refletem a realidade de um povo. Além, é claro, de ter o desempenho fiasquento do Brasil nesta edição dos jogos (ninguém me convence que não tempos potencial para estar, pelo menos, entre os 10 primeiros no quadro de medalhas) atribuído exclusivamente à falta de estrutura para que nossos atletas possam treinar, fico estarrecida com a atitude recorrente de alguns de nossos representantes. E olha que, desta vez, não falo dos políticos. Para quem ainda não viu, a organização dos jogos teve a petulância de publicar uma nota dizendo que a Fabiana tem culpa pq não checou o equipamento antes da prova. Por tudo que é mais sagrado, né!!!! Abaixo, alguns exemplos de momentos que me perguntei: se isso tivesse acontecido com um americano, ou no caso das olimpíadas, com um chinês, será que teria ficado tudo por isso mesmo?

Aí a Fabiana, quando ainda tinha vara para saltar:


Esta é a minha homenagem ao chocolate que a seleção masculina de futebol tomou da Argentina hoje de manhã:

Lembra de quando um psicopata agarrou o Wanderlei no meio da prova?? Alguém aí sabe se ele recebeu algum tipo de explicação convincente a respeito deste fato INACEITÀVEL?

E não podia deixar de fora o glorioso episódio em que a Ferrari obrigou o Rubinho a reduzir a velocidade para o Schumacher passar!!!






terça-feira, 12 de agosto de 2008

Taurinas siamesas

Eu e Zaza sempre em sintonia
Quando decidi colocar um post com meu estado no dia de hoje
Abro o blog da minha amiga
E lá está
Tudo já escrito por mim
Troque o nome Alexandra por Fernanda
E o resto fecha bem certinho

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

No coração do RS... e no meu tb

Este post é dedicado aos meu amigos de Santa Maria. O final de semana que passei me mostrou o quanto sou querida entre estas pessoas. Talvez tão querida para eles quanto eles são para mim. A viagem meio relâmpago me deixou com um sentimento de alegria misturado com tristeza nesta segunda-feira chuvosa (e com dor nas costas por causa da viagem de bus).

Alegria pelos momentos tão legais que passei ao rever tanta gente especial e, principalmente, o brilho no olho do meu amado diante da conquista que ele lutou tanto para alcançar.
Tristeza por saber que também estou aqui em Florianópolis por uma conquista minha, que também lutei muito para alcançar, mas que agora me obriga a ver esta pessoa que significa tanto pra mim, no máximo, uma vez por mês.

O resumo da ópera é o seguinte: amigos, obrigada mais uma vez por momentos tão legais que vocês me proporcionaram. Cada um do seu jeitinho deixou estes três dias marcados com muito carinho na minha memória.

PS: Um brinde à família do Charles, que, inegavelmente, deixou a festa muito mais divertida.

PS2: Aninha, adorei te conhecer. Força na peruca, garota, que esta profissão que escolhemos é dose para leão.

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Amigo de fé..

Entrei no meu blog hj pensando em postar alguma coisa
Mas não conseguia escrever uma mísera linha
Tive um dia ruim, acordei com dor de cabeça
Não consegui ir na aula e acabei indo em um homeopata
Que me receitou umas coisinhas que prometem me dar um apoio

Aí, resolvi dar uma olhada nos blogs amigos
E descobri que não sou a única a passar por esta síndrome
Amiga Zaza... taurus power neste momento

Até a próxima, então

PS: Sou a mais nova sub editora da poítica do DC
E que venham as eleições

sábado, 19 de julho de 2008

Entenda o seguinte...


Quando uma pessoa quer curtir uma tarde de sol tomando uma cerveja e olhando para o mar em Perth, ela vai até a estação, compra um all day ticket (que dá acesso aos ônibus, trem e ferry boat durante todo o dia) e esquece que existe um mundo lá fora.


Já quando eu quero fazer isso tenho duas escoljas. Posso ir de carro para alguma lugar e correr o risco de ser presa na volta, ou posso ir de ônibus e na hora de voltar ficar dependendo da boa vontade de alguma taxista pau no c.. (vide dois posts anteriores).


Moral da história: se a gente não pode ir de carro, então nos dêem uma forma de ir.. PORRAS!!

sábado, 12 de julho de 2008

Que Michael Moore que nada

Sempre fui adepta de uma boa polêmica. Por isso resolvi levantar da cama (acredite) para escrever este post. Hoje de manhã vi um documentário muito legal em um canal que eu nunca tinha parado para assistir, mas que botei fé. O Ideal estava exibindo a história de amor e ódio entre a marca italiana de roupas Benetton e o fotógrafo Oliviero Toscani.

Não dá pra negar que o cara é O CARA, . Afinal de contas, você pode nunca ter usado um moletom ou uma camiseta da Benetton, mas certamente lembra das campanhas publicitárias sensacionais que ele desenvolveu para a marca. Aids, religião, racismo.. Não teve assunto cabeludo que este maluco não tenha aborado.

Mas foi quando ele decidiu levantar a questão da pena de morte que a maionese desandou. Toscani consegui uma autorização para entrar em uma prisão de segurança máxima e documentar as histórias de vida de pessoas que estavam no corredor da morte. Muito empolgado com tudo que viu lá dentro (ou de caso pensado mesmo), ele decidiu usar as imagens que fez para figurarem em mais uma de suas super polêmicas campanhas publicitárias (na foto).

Só que desta vez, Toscani mexeu com um assunto que incita sentimentos muito mais complexos do que os padres tarados ou o racismo disfarçado. Sua campanha chegou aos olhos e ouvidos de um casal no Kentucky, pais de um menino de 17 anos que foi sodomizado e morto com um tiro na cabeça junto com um colega de colégio quando pedia informações em uma lanchonete. O autor da bárbarie era um dos astros da campanha de Toscani.

A mãe do menino não sossegou e iniciou uma cruzada contra a marca e contra a Sears, que tinha tirado a Benetton da lama e fechado um acordo multi-milionário para vender as roupas da marca. Resultado: como não podia deixar de ser - afinal de contas só a hipocrisia parece seduzir mais os americanos do que o consumismo e as comidas gordurosas - o povo se rebelou e boicotou a Sears e a Benetton.

A grande loja de departamentos rompeu o contrato com a marca italiana e tirou o corpo fora de uma polêmica desta magnitude. Luciano Benetton, dono da marca, fez o mesmo, e apareceu em várias emissoras dizendo não ser contra a pena de morte e que o objetivo da campanha era abrir uma discussão. Ah, ele também demitiu o Toscani.

O mais louco de tudo isso é que, diante dos argumentos da mãe e do publicitário, tive dificuldade em formar uma opinião sobre o assunto. Ela diz que ele usou o sofrimento e a violência extrema para fazer dinheiro vendendo moletons. Ele diz que entende o sofrimento das famílias e não dá razão aos loucos que cometeram crimes horrendos. Mas que também não aceita que a sociedade, de forma legítima, cometa o mesmo crime pelo qual eles foram condenados à morte.

E você, o que acha?

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Spa da alma


Meu blog tem ficado meio abandonado, mas não poderia deixar de passar por aqui pra registrar minha felicidade depois de um final de semana revigorante. Passar dois dias na casa dos meus pais, na companhia da minha querida amiga Adri e do amor da minha vida foi demais.

Ter oportunidade de viver estes momentos é uma das maiores felicidades que uma pessoa pode ter. Pelo menos quando esta pessoa sou eu. Hehehe!
Boa semana pra todo mundo..

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Bêbado consciente


Este final de semana eu decidi entrar nos eixos e parar de infringir uma das mais básicas leis de trânsito: se beber, não dirija. Como havíamos sido convidados para participar de uma festinha na casa da floresta, ao sabor das deliciosas cervejas do Thiagão, decidimos ir de bus até a lagoa e deixar o carro em casa. Tudo bem até a parte da ida. Eu, Adri e Ana conseguimos até uma carona com o Tiano.
Pois bem, muitas horas mais tarde, depois de encarar uma multidão de 300 pessoas para pegar uma cerveja (cada ida o bar demorava mais de uma hora), estávamos cansados e decidimos ir embora.
Descemos a trilha Maria, Adri, Chiquinho e eu. Sabíamos que o único ônibus naquele horário passaria em uma hora, por isso decidimos chamar um táxi. Mas o maldito taxista demorou 45 minutos para chegar e ainda me ligou a cobrar pq estava perdido.
Haja paciência, !!
Quando nos demos conta de que o táxi ia nos custar uns R$ 40 e que o ônibus já devia estar a caminho, pedimos para ele parar em um ponto. Pasmem! Ele disse que se a gente fizesse isso ele ia nos cobrar mais R$ 10 pq tinha saído do Itacorubi e, se soubesse que a gente ia ficar no Morro da Lagoa, não teria ido nos buscar.
Meu Deus!!! Quase pulei no pescoço do cara!!
Enfim, acabamos indo de carro até o Centro.
Para mim ficou uma lição: se o esperado é que as pessoas saiam na noite sem carro, é preciso melhorar o sistema de transporte na madrugada. Não é possível que tenha UM ônibus a cada duas horas e que só passa em duas rotas da cidade...
Eu desisto!! Da próxima vez durmo dentro do carro e volta pra casa de manhã se for o caso!

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Dia da Saudade


Em outras épocas, quando chegava o mês de junho, eu logo pensava: putz, que merda... Agora vou ter que conviver com um mês inteiro desta masturbação comercial que é o Dia dos Namorados.. blá blá blá...
Mas este ano, meu Dia dos Namorados foi ainda mais triste. Porque este ano, eu sofri de uma coisa absolutamente irreparável.. um sentimento que não tem remédio que passe nem episódio do Sex and the City que resolva: a saudade.
E por isso, estou aqui mais uma vez postando neste blog para falar do meu amor. É com ele que eu queria ter passado este dia, mas tudo bem. Como não deu pra fazer isso este ano, eu só espero que este tenha sido o último que a gente passa separado.

Aproveitando a deixa da saudade de Santa Maria, quero também registrar aqui a alegria que vivi no final de semana passado. Me senti tão querida durante aquela viagem relâmpago, aquela visita rápida, mas que consolidou o carinho que sinto por todos que deixei para trás em novembro do ano passado.

Meus amores.. Muito obrigada pela recepção tão legal que tive aí. Carolzinha, Sil e Mauren, você são minhas irmãs. Tigre, você é uma amigo pra toda a vida. Tati e Bruna, adorei vê-las, vocês têm um astral que contagia quem tá por perto. Ceratti, Maurício, Paim.... valeu pelo churras. Tb adorei tomar umas e outras com vocês e com a Rose e a Joana, que tive o prazer de conhecer. Chefa, até ela apareceu para me dar um abraço....
Charles, te amo do fundo do meu coração!!!

Depois do Dia dos Namorados (lindo para alguns e deprimente para outros), uma boa sexta-feira 13 pra todos... Ahuahuahuahua!!!!

domingo, 1 de junho de 2008

Não é Uruguaiana, mas...


... é longe esta tal de Santa Maria
Quando eu morava lá, achava que os 800 quilômetros que a separam de Floripa eram um fator complicador para mim
Afinal de contas, muitos amigos e minha família moram aqui nestas bandas
O jeito era dar uma chorada pra folgar uma segunda-feira e fazer uma viagem relâmpago pra ver o pessoal
Isso aconteceu meia dúzia de vezes durante os dois anos em que morei no coração do RS
Mas td bem, pois dos amigos e da família a gente tem saudade, mas qdo se encontra, mata a saudade e parte pra mais uns três ou quatro meses na Boca do Monte sem maiores problemas

Mas, agora, por ironia do destino, estes 800 quilômetros que eu costumava sonhar em percorrer no sentido Sul-Norte
Me tiram o prumo no sentido Norte-Sul
Estou perto de minha família e dos meus amigos por aqui
Tudo bem que deixei muita gente querida em SM
Mas a lógica com eles é a mesma que valia para os amigos que deixei pra trás naquele outubro de 2005
A presença, entretanto, que não tem substituto e que é absolutamente impossível passar três ou quatro meses sem é a do meu amor
Alguém que, por aquelas viagens da vida da gente, estava bem pertinho de mim durante todo o tempo em que eu procurava a felicidade em Florianópolis
E agora está distante os mesmos 800 quilômetros

Consolo: esta semana estarei em Santa Maria
Se td der certo, nenhum aeroporto fechar, nenhum ciclone extratropical atingir o Sul do país ou não rolar uma greve dos controladores de vôo, lá pelas 23h de sexta-feira estarei ao lado desta pessoal tão especial
Que me mostra todos os dias o que é se gostar de verdade
E me dá, um pouquinho por dia, amor que percorre com velocidade impressionante os 800 quilômetros que nos separam
Te amo!

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Agência Fernanda Meneghel informa

A engorda do bolso é diretamente proporcional ao emagrecimento do corpo







segunda-feira, 26 de maio de 2008

Vô te contar!!


É uma dureza essa vida de gordinha!!!
Depois de dois meses me matando nas aulas de spinning, aquela saladinha básica pra matar a fome de leão (e até mesmo um período de abstinência alcoólica), consegui emagrecer sete quilos..
Aí me cansei daquela rotina de atleta.. e me joguei pras cobras durante míseras duas semanas
Veja bem... DUAS SEMANAS
Hoje, depois de perceber, como diz um amigo do jornal, que estava apertando as costuras resolvi tomar uma atitude (pq cerveja engorda)
Decidi pular cedo da cama hoje e voltar para minha aula de bike
Antes de me arrebentar nos pedais, decidi me pesar...
QUE ÓDIO!!!!
Engordei quase três quilos..
Agora me diga..
Isso é justo???
Em duas semanas engordei quase a metade do que demorei dois meses para emagrecer
Moral da história: se vc tem tendência para engordar, escolha muito bem o pai de seus filhos.. Pois se os dois forem vítimas desta maldição, será uma triste herança que vc deixará para os seus filhinhos... (q são lindos gosrdinhos quando pequenos, mas depois vão ganhar os apelidinhos malvados na escola)...
Então, o jeito é volta com tudo pra malhação


segunda-feira, 19 de maio de 2008

E por falar em música....

Esses dias me aconteceu uma coisa muito legal..
Ando ficando meio emotiva depois de velha
Mas fazia tempo que eu não chorava ouvindo uma música
E não era um choro de tristeza
Era um choro de beleza...
Então vamos ao ocorrido!!!

O Yann Tiersen tem minha profunda admiração não é de hoje
Mas fazia muito tempo que não ouvia nada dele
Aí, na semana passada, depois de uma longa batalha pra tirar as músicas que o Chiquinho gravou no meu lap
Gravei um CD do Yann Tiersen
No caminho para o trabalho
Resolvi ouvir!!!
Ao que eu chego naquela maldição de congestionamento na ponte
E na hora começa a tocar a música "Comptine d'un autre été: l'après-midi"
Na mesma hora, a raiva que eu tava sentindo passou
E é incrível o sentimento bom que essa música me traz (e me troxe naquele dia)
Resumindo o bla bla bla
Resolvi postar um vídeo com uma justa homenagem
Ao Tiersen e ao filme (não menos fabuloso) para o qual ele compôs essa SENSACIONAL trilha sonora
Aí vai então
Enjoy

domingo, 18 de maio de 2008

As abelhinhas da Terra da Rainha


Se tem uma coisa que me deixa feliz é descobrira uma banda que eu não conhecia. Depois do Fino Coletivo, que mereceu o posto de estréia deste blog, minha mais nova e sensacional descoberta musical é a banda The Bees..


A banda é britânica, formada pelos amigos Paul Butler e Aaron Fletcher, e depois, juntando-se à banda, Kris Birkin (guitarra), Michael Clevett (bateria) e Tim Parkim (trompetes). Eles já gravaram dois discos: Sunshine Hit Me, em 2002 (capa aí em cima) e Free The Bees, em 2004.


Os dois discos são muito legais. Mas a música que me fez parar pra ouvir o som dos caras foi Punchbag.. Coloquei o video com o clipe aí pra quem quiser ver do q estou falando..
Eles também gravaram uma versão bem legal de Minha Menina
Vale a pena

O site da banda é esse aí pra quem quiser dar uma conferida

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Este Lost é uma cachaça!!!




Já fazia algum tempo que não assistia um mísero capítulo do Lost.. Depois de uma saga de sangue, suor de lágrimas para ver a 3° temporada, gravada com a maior boa vontade pelo Papai Tigre, eu e a Sil até pensamos que havíamos perdido a razão de viver...

Que momento de desespero quando terminou o último episódio....e não tínhamos nem a quem recorrer para ver a próxima temporada, uma vez que ainda não estava nem passando nos EUA..

Meses se passaram, e eu achei que estava livre deste vício... Mas bastou a minha irmã ter a brilhante iniciativa de baixar a quarta temporada da Internet.. Bingo

Tô eu aqui, às 2h30min, escrevendo um post sobre o Lost depois de assistir só quarto episódios, por medo de ver td de uma vez e depois ficar perdida... ou melhor, Lost...

Ahuahuahuah....

E não adianta me tirar pra loka

Sei q vc me entende..

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Sou fã




Já fazia mto tempo que não dava uma conferida nas tiras do Galvão, no vida besta. Hoje entrei no blog da minha amiga Adri e, lá, vi uma tira. Resolvi matar a saudade do talento deste rapaz. Não resisti.. Posto aí duas das muitas tiras sensacionais que encontrei por lá..


Fica a dica.. Aí do lado, nos lugares para visitar, não deixe de dar uma passada no vida besta..

Paraíso na Terra


Foto: Charles Guerra
A Praia da Armação é um dos lugares que mais gosto aqui em Floripa. Além de ser lindo, como você pode ver na foto do meu respectivo marido acima, o mar é simplesmente demais. Não foi a toa que fiz minha festa de aniversário por lá.. Quem sabe daqui uns dias não me mudo de mala e cuia para lá???

terça-feira, 6 de maio de 2008

Eu já sabia!!


"Veja bem, Fernanda, eu até pensei em levantar vôo aqui de Sm mesmo, mas achei que os ventos de Paranaguá me levariam mais longe. Lamento!"

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Meus 27 no dia 27


Tem muita coisa que tive de sair de Florianópolis e passar dois anos em Santa Maria para aprender a valorizar nesta Ilha. Mas a que eu mais amo hoje e que, em outras épocas, passavam totalmente batido por mim, é a praia.
Este final de semana fiz minha festa de aniversário em uma casa fabulosa na Praia da Armação. De presente, ganhei dois dias de verão... bem diferente do ano passado, quando passei meu aniver toda encasacada no Seattle (não desmerecendo, pq tb foi bem lega e adoro frio).
Mas (motivada pelo blog do Tigre, um verdadeiro paraíso de reflexões sobre a vida), aquela paisagem linda, meus amigos queridos, a presença SENSACIONAL da minha irmã e do meu amado respectivo, me fizeram pensar ter certeza de que morar pertinho do mar, cercado pelas pessoas que a gente gosta é o melhor que presente que a vida poderia me dar.
Para que a minha felicidade seja completa, só falta trazer meu querido para perto de mim. Pq se Uruguaiana é longe te falo em Santa Maria..
Nos próximos dias, confira aqui as fotos de alguns momentos da festinha..

terça-feira, 22 de abril de 2008

Showrnalismo


Falar de espetacularização da notícia não tem absolutamente nada de novo. Não é de hoje que a imprensa constrói e desconstrói ídolos e vilões com a mesma velocidade. Mas assistindo TV nos últimos dias, me deparei com o que considero o maior show de horrores que meus colegas da imprensa já me obrigaram a ver. A mãe da Isabella (veja bem, com tantas Isabellas que existem no mundo, tenho certeza que não preciso explicar a quem me refiro, né) virou CELEBRIDADE no show do PADRE MARCELO ROSSI!!!!!
Por tudo que é mais sagrado, não dá pra acreditar numa coisa dessas!!!
E vou encerrar por aqui, pq começa a me subir o sangue falar sobre isso!

Na vida de Sebastião vale tudo



Demorei para conseguir começar este post. Isso porque procuravas palavras que pudessem expressar o que é o livro Vale Tudo, de Nelson Motta. Mas não me sinto capaz de descrever o quanto a narrativa dele neste livro me envolveu. Claro que escrever sobre um personagem tão rico como Tim Maia facilita um pouco o trabalho do escriba, mas olha, para quem não leu, eu garanto: trata-se de uma obra prima. Amei!!!!

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Adorei!!!!

Abaixo, você poderá conferir um pouco das maravilhas manés. As fotos e as legendas para lá de inspiradas estão em uma comunidade no orkut, que promoveu uma eleição no ano passado para escolher as 7 Maravilhas Manés. Como eu adorei todas elas, ignorei as eleitas e postei aí todas as candidatas. Divirta-se...

Museu do Saneamento


Museu do Saneamento, Florianópolis, Centro


Localizada ao lado das Ruínas Públicas, o Museu do Saneamento é mais uma obra em prol da preservação da memória catarinense. É um dos únicos museus do mundo que traz de volta tudo aquilo que já foi pelo ralo. Por outro lado, o monumento apesar de antigo está anos e anos na nossa frente, já que aborda um tema que aqui ninguém sabe direito pra quê serve: saneamento. Tanto que lá dentro provavelmente só são encontradas as quatro paredes da estrutura - o museu nunca abre, a não ser que arrombem a casinha. Museu do Saneamento, uma das Pequenas Maravilhas do Inacessível Mundo de Tijolinhos Amarelos.

Ruínas Públicas do Miramar


Ruínas Públicas do Miramar - Florianópolis, Centro


Aí está mais uma grande obra de nossos governantes: ruínas públicas novas, pintadas e iluminadas para homenagear um local extinto à beira-mar (agora aterrado). Maravilha do Mundo Antigo, que se foi e voltou, tal como uma Atlântida rediviva, em forma de pilares zero bala.

Memorial à visita do Papa João Paulo II


Memorial à visita do Papa João Paulo II – Florianópolis, Centro


Analisem todos os elementos da imagem à esquerda e aqui fica o desafio: onde está a maravilha? (à direita o detalhe da placa). Localizado no jardim (in memoriam) desenvolvido por Burle Marx (in memoriam), alguns milhares de mangos foram investidos - pessoas cinzentas dizem “gastos” - com o obstáculo. Toda a família Wojtyła residente na Polônia foi trazida à capital para a inauguração da pedra fundamental.


Dizem que o interior da caixa de mármore esquecida é sagrado, com documentos, fotos e assinaturas que comprovam a seriedade do negócio (erguido 15 anos depois da visita do Papa à cidade). O grande problema depois da obra pronta será a perda de umas quatro vagas de estacionamento do jardim. Muito cuidado ao fazerem a feira no Direto do Campo para não arranharem seus automóveis, ou melhor, para não danificarem esta grande Maravilha do Mundo das Balizas Difíceis.

Banco redondo


Banco Redondo - Florianópolis, Praça Etelvina Luz


Em um pedacinho de praça perdido num cruzamento, o Banco Redondo – e também a velha árvore, os orelhões, a caixa de correio, a mesa de xadrez, a caixa de luz e três postes -, faz destes 15m² um local deveras agradável para um momento de ócio e reflexão. Porém, todo o cuidado é pouco, pois tal momento não deixa de ser uma Maravilha do Mundo Suicida, diante do perigo de atropelamentos impiedosos.


Importante referência geográfica da cidade, o Banco Redondo desnorteia os menos atentos que confundem a expressão “banco redondo” com “agência bancária arredondada” e, assim, direcionam a atenção para construções maiores. O projeto paisagístico é composto por um flamboyant que já não proporciona mais o abrigo ou a sombra de outrora devido à idade avançada e à calvície botânica. Quem nunca pensou em depositar sua poupança nesta querida Maravilha do Mundo Miúdo?

Stonehenge da Praça XV


Stonehenge da Praça XV - Florianópolis, Centro


Maravilha do Mundo Celta-açoriano o antigo calendário marcava os equinócios e solstícios pré-colombianos da Ilha da Magia. Hoje o Stonehenge da Praça XV é habitado pelos místicos da capital: ciganos, feiticeiros, mulheres da noite, desocupados e viciados na pedra perambulam e causam estranheza aos menos iluminados mortais.


Nosso monumento não possui menires do tamanho do irmão inglês, talvez por causa da estatura de nossos primeiros habitantes - bem longe do porte de um Obelix. Quer saber se o nosso Stonehenge vai ganhar o título? Pergunte aos descendentes dos druidas que lá habitam. Eles têm todas as respostas.

Monumento ao Feijão


Monumento ao Feijão - Florianópolis, cabeceira continental da ponte Pedro Ivo, ao lado do Portal Turístico


Como que um desejo de boas vindas aos nossos turistas, o Feijão Maravilha revela a diversidade do povo da nossa cidade. Como uma mistura de feijões, joelhos de porco, paio, toucinho e costelinha, os habitantes de Florianópolis não páram de agradecer a representação artística. Grande candidato ao título, já que dez entre dez brasileiros preferem feijão. Há, porém, quem jure que a obra tenha um caráter subjetivo e que se trata do Monumento ao Rim. Ou aos doadores (e comerciantes, pois um desse tamanho vale uma grana preta) do órgão.

Aeroflop


Aeroflop - Florianópolis, Av. Beira-mar Norte (in memoriam)


A aeronave NAMC YS-11 sofreu acidente na hora do pouso em Navegantes no dia 29/04/1977. Devido a sua estrutura interativa e realística, o Aeroflop era o ponto da gurizada no início dos anos 90 na capital. Foi sede de aniversários, festas, jantares e afins. Uma grande maravilha nostálgica roubada de nossa cidade.
Hoje, o Aeroflop está situado na BR-101, próximo a Porto Belo, no município de Tijucas e é chamado de "Pizzaria do Avião". Aqui fica o apelo para que nos devolvam a velha e querida pizzaria. De tanto trocar de lugar o avião possui mais horas de estrada que de vôo.

Monumento ao pedágio


Monumento ao Pedágio - Florianópolis, SC 401 (in memoriam)


Instalado no final dos anos 90, o monumento homenageia a prática do pedágio de forma bem econômica: não cobrando nada. Serve como redutor de velocidade, pegadinha para gringo e obstáculo para apressadinhos em uma das principais rodovias do estado. Uma grande, luminosa e ociosa Maravilha do Mundo Desativado.

Dino


Dinossauro de Santo Amaro - Barranco no caminho antigo para Santo Amaro


Que Steven Spielberg que nada. Muito antes do Jurassic Park todo mundo já pediu para o pai parar o carro e bater uma foto com a criatura. Uma das grandes atrações da cidade, cartão postal e Maravilha do Mundo jurássico. Sua localização sofreu alterações ao decorrer de sua existência. Aliás, é bom conferirem se ainda está por lá. Parece que ninguém quer o pobre dino adornando o seu jardim.

Estátua do Surfista


Estátua do Surfista - Florianópolis, Praia Mole
Um dos principais pontos turísticos de Floripa, a Estátua do Surfista é a prova de que a cidade não é composta apenas por belezas naturais. Homenageia os devotos do esporte e de um verde que não é o estampado na foto. Diz a lenda que a mão direita do surfista está apertando algo, mas ele não vai acender agora.

Estátua do Guga


Estátua do Guga (?)


A mais misteriosa das maravilhas! A estátua de US$ 20 mil foi encomendada pelo Grupo RBS e, diante da beleza da obra - comparada por muitos ao Davi, de Michelangelo - a família fez questão de devolvê-la. Maravilha do Mundo Bronzeado que poucos tiveram a oportunidade de admirar.


Há boatos de que ela está escondida atrás da quadra nº 4 (de grama) da casa do tenista. Atualização: um membro da nossa comunidade descobriu a exata localização da Estátua do Guga (Latitude: 27°35'24.52"S, Longitude: 48°32'2.61"O) e nos enviou a imagem à direita. Notem que eles tentam acabar com a carreira do monumento, mas ele resiste, soltando as amarras que o prendem no submundo da escuridão, com gana de voltar a ser a estátua número 1 do mundo.